Boa tarde - Itabira, segunda, 24 de junho de 2019


Viver
italimp
Camara

HNSD promove campanha de combate à desnutrição

Em ambiente hospitalar - Publicado: 11/06/2019 às 09:23:47

Na quinta-feira (6), e na sexta-feira (7), o Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), por meio da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMNT), promoveu uma série de ações em referência à campanha “Diga Não à Desnutrição Hospitalar”. A iniciativa tem como objetivo conscientizar os profissionais de saúde sobre a importância de um diagnóstico nutricional precoce do paciente, o que ajuda a garantir a qualidade de vida e a reduzir o tempo de internação.

A campanha “Diga Não à Desnutrição Hospitalar” é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (Braspen/SBNPE), em alusão ao junho verde. Em Itabira, aconteceram ações educativas no próprio HNSD, com distribuição de folders e brindes para os colaboradores da instituição.

De acordo com Patrícia Guerra Almeida, nutricionista supervisora do hospital e integrante da EMTN, a desnutrição hospitalar contribui para que o paciente fique ainda mais debilitado, não tenha uma resposta adequada ao tratamento medicamentoso, passe mais tempo internado e perca qualidade de vida.

“A desnutrição vem atingindo níveis alarmantes no meio intra-hospitalar, tanto em países desenvolvidos quanto nos países subdesenvolvidos. O paciente desnutrido passa mais tempo internado, tem menos qualidade de vida e menos resposta à dieta-terapia. Por isso é importante conscientizar sobre a importância de um bom acompanhamento nutricional nos hospitais”, avalia Patrícia Almeida.

A desnutrição hospitalar é uma situação que está associada ao quadro de saúde do paciente. Muitos deles chegam ao hospital com o apetite reduzido devido a sua enfermidade ou, então, perdem a vontade de se alimentar por causa do seu remédio ou tratamento. Dessa forma, é importante contar com uma equipe multidisciplinar que realize a avaliação antropométrica, além de orientar e acompanhar o paciente.

“Todos os trabalhadores da área de saúde devem prestar atenção no paciente como um todo, pois qualquer um deles pode fazer o diagnóstico de um quadro de desnutrição, o colaborador da higienização e limpeza, por exemplo, ao ver que a comida foi jogada todo no lixo, percebe que esse paciente não está se alimentando bem e pode nos alertar. Então todos os profissionais que atuam no hospital podem contribuir nesse processo”, ressalta Patrícia Almeida.

Portanto, o trabalho de conscientização promovido pelo HNSD busca atingir o máximo de pessoas, sobretudo os profissionais de saúde, para que mais diagnósticos nutricionais sejam feitos, os tratamentos hospitalares sejam otimizados e, assim, possam garantir melhor qualidade de vida para os pacientes de Itabira e região.

Contato

Para informações, dúvidas e outros

Contatos

contato@euclideseder.com.br
Twitter: @euclideseder